sexta-feira, 17 de abril de 2009

Estou - Deivison Garcia

Estou

Estou revendo...
Estou revendo o meu viver, revendo o meu prazer, revendo o que me deixa feliz.

Estou cortando...
Estou cortando desperdício, Cortando relações com quem não vale a pena,
cortando o que não presta.

Estou vivendo...
Estou vivendo cada dia, vivendo cada alegria, vivendo minha vida.

Estou transformando...
Estou transformando cada instante em momentos, cada momento em grandes lembranças e cada lembranças em parte da minha vida.

Estou reinventando...
Estou me reinventando, reinventando meus sonhos, reinventando meus modos.

Estou correndo...
Estou correndo atrás daquilo que eu gosto, correndo atrás de quem eu quero e correndo atrás da minha felicidade.

Estou zelando...
Estou zelando por mim, zelando pelas minhas coisas e zelando pela minha familia e amigos.

Estou indo...
Estou indo para um lugar que não sei onde vou chegar, indo para um lugar que aind anão sei onde está, indo para um lugar que eu que lá serei feliz!

11 comentários:

  1. Hum,ainda é romantico!
    Adorooo,és perfeito!
    Diego

    ResponderExcluir
  2. lindo poema amigo adoreiiiiiiiii

    ResponderExcluir
  3. eu amei o poema amigo bjsssss lindoo

    ResponderExcluir
  4. caramba eu adoreiii!!
    Muito bom!
    Parabéns! continue escrevendo que eu leio! =D

    ResponderExcluir
  5. O barato da vida é esse!! REver, saber fazer cortes, se reinventare zelar.. texto fundamental, algo como "regras da vida" adorei!!

    abração!!!

    ResponderExcluir
  6. kra vc consegui transforma tô a snsação q sentimos quando estamos em busca de algo !!!

    ResponderExcluir
  7. Escreve logo um livro de poemααs. E colocα αssim embαixo: by broop's. (pq quem deu α ideiα foi eu) kkk

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito desse.Estrutura interessante.

    ResponderExcluir
  9. Dudu Muito legal este poema achei minha cara

    Parabéns!!!!!

    ResponderExcluir
  10. gostei desse duuuuu
    acho que cabe a qualquer situação daquele que quer mudar , daquele que procura um destino sem destino , daquele que sabe que vai e não precisa saber pra onde , parabéns ,muito bem escrito( evandro)

    ResponderExcluir